A recriação dos sintetizadores modulares

A recriação dos sintetizadores modulares


50th_news_2A Moog Music está relançando os instrumentos clássicos da época de ouro da música composta para sintetizador – os modulares System 35, System 55 e o Model 15 – nos quais os engenheiros trabalharam quase que artesanalmente na recriação dos dinossauros analógicos, utilizando os projetos originais dos sintetizadores para fabricar as novas placas de circuito impresso

Os sintetizadores digitais possuem antepassados “pré-históricos”, gigantes, cheios de fios, com muitos botões, monofônicos, complicados e caros, que, nas mãos de grandes tecladistas, colaboraram na construção da história da música moderna.  Os modulares pareciam centrais telefônicas antigas e era preciso conectar cabos para efetuar as ligações entre os vários módulos geradores e transformadores do som. Os fabricantes de instrumentos eletrônicos desenvolveram os sintetizadores modulares comerciais principalmente na década de 1970, com o  surgimento dos primeiros Moogs e Buchlas. Outras empresas lançaram modelos similares como Roland System-100m e System-700; Korg Ms-50; ARP 2500; E-mu Modular; Serge Modular; PPG 100, 200 e 300; Polyfusion; e Aries Modular.

foto1Vários músicos utilizaram os dinossauros modulares. Dentre eles, Hans Zimmer, Vince Clark, Herbie Hancock, Frank Zappa, Steve Roach, Wendy Carlos, Jean Michel Jarre, Isao Tomita, Vangelis, John Cage, Hideki Matsutahe, Dick Hyman, Johan Timman, Larry Fast, Jan Hammer, Suzanne Ciani e Morton Subotnick. Vale lembrar que o “showman” e tecladista Keith Emerson, para delírio dos roqueiros brasileiros, trouxe seu Moog Modular (que parecia o painel da nave U.S.S. Enterprise) na última turnê que fez com a banda de rock progressivo Emerson, Lake & Palmer por aqui.

Apesar dos sintetizadores portáteis serem mais práticos e populares, os dinossauros modulares ainda são utilizados e  cobiçados pelos tecladistas por causa da quantidade de sons que podem produzir e a qualidade dos timbres. Atenta a  isso, a Moog Music está relançando os instrumentos clássicos da época de ouro da música composta para sintetizador: os modulares System 35, System 55 e o Model 15.

OLYMPUS DIGITAL CAMERARecriação
A Moog Music já havia criado a réplica do sintetizador modular de Keith Emerson e lançado no festival Mogfest em 2014, em comemoração aos 50 anos do equipamento. O primeiro modular do tecladista do ELP foi fabricado em 1970 e tinha 81 módulos, sendo que 12 deles eram únicos. Foi o primeiro sintetizador dessa linha com presets para performance, já que era usado nas turnês do grupo inglês. A recriação feita em 2014 possui os mesmos 81 módulos, construídos manualmente e soldados de acordo com os esquemas originais e orientações dos manuais de serviço. A experiência de trabalhar nos esquemas originais do sintetizador de Keith Emerson possibilitou a fabricação da linha de sintetizadores modulares Moog usada nos anos 1970 por grupos de rock progressivo, jazz e disco.

O número do sistema Moog informa a quantidade de módulos de síntese disponíveis em cada modelo. Por exemplo, o Moog System 55 é constituído por 55 módulos. A Moog está disponibilizando também alguns  componentes importantes para estes modelos de sintetizadores, que são comercializados separadamente. Entre eles está um teclado de cinco oitavas, um sequenciador e o 960 Sequential Controller para os modelos 35 e 55.

Quer saber mais? Acesse www.teclaseafins.com.br 

 

Categories

+ There are no comments

Add yours