6 dicas fundamentais para quem desejar fazer faculdade de música

6 dicas fundamentais para quem desejar fazer faculdade de música


Muitas pessoas têm o profundo desejo de fazer uma faculdade de música, mas se sentem inseguras na hora de iniciar seu projeto. Isso se deve a um único e cruel motivo: a falta de informações sobre o assunto. 

É possível encontrar centenas de sites discorrendo sobre outros cursos, como Direito, Medicina, Administração etc. Porém, quando o assunto é música, há uma verdadeira lacuna, que deixa uma nuvem de dúvidas e incertezas na mente de quem tem vontade de ingressar na carreira.

Para desvendar tudo sobre o tema, criamos este artigo, que apresentará as principais indicações para você que deseja fazer faculdade de Música. Acompanhe a leitura!

1. Vale a pena fazer faculdade de música?

Inevitavelmente, a primeira dúvida que vem à mente das pessoas que pretendem ingressar no estudo da música é se, efetivamente, vale a pena fazer esse curso. Acredite, essa dúvida não é exclusiva dos músicos ou de quem pretende fazer carreira, na verdade, qualquer um, antes de iniciar uma jornada de estudos, tem esse tipo de questionamento interno.

Entretanto, se você pretende atuar como profissional que é respeitado e admirado no mercado, bem como, ter um bom rendimento anual, é interessante pensar na possibilidade de fazer uma faculdade de música.

Além disso, se você ama essa carreira e pretende se firmar nela, tornando-se uma referência, será fundamental investir em seus estudos e continuar e praticando pelo resto da sua vida.

2. O que é ensinado no curso de música?

Na faculdade de música, você não apenas aprenderá a tocar um instrumento musical. Na verdade, na imensa maioria dos casos, já seria necessário ter conhecimentos básicos ou algum tempo de experiência no ramo. Nesse tipo de curso, são ensinados os princípios básicos da música de modo geral, alguns conceitos históricos importantes e, principalmente, toda a teoria musical existente.

Geralmente, após o aluno ingressar no curso, ele seleciona um ou dois instrumentos para desenvolver durante a jornada. Além do aprendizado, na faculdade de música, você também poderá executar outras atividades, como compor orquestras, bandas e outros conjuntos que serão utilizados nos trabalhos e apresentações ao vivo para diversos públicos.

Esse tipo de trabalho o auxiliará no desenvolvimento da sua experiência nos palcos ou frente ao público, afinal, essa é uma das principais fontes de renda de um músico, além de outras que mencionaremos mais à frente.

3. Qual é a diferença entre bacharelado e licenciatura?

O curso de música dura em média 4 anos e o aluno poderá optar entre bacharelado ou licenciatura. No primeiro caso, ele será preparado para atuar como músico profissional, seja como maestro, integrante de uma banda ou orquestra, seja seguindo carreira solo.

A licenciatura, no entanto, prepara o aluno para que ele se torne um professor habilitado a passar os seus conhecimentos musicais para frente. Sendo assim, haverá algumas diferenças na grade que será cursada em ambos os casos. O aluno de licenciatura, além dos demais conhecimentos, também receberá instruções sobre metodologias e didáticas para serem aplicadas em suas aulas. 

4. Quando a música se torna uma profissão?

Uma pessoa poderá ser considerada um músico profissional quando utiliza o seu talento e aprendizado como fonte de sobrevivência e renda principal para si e sua família. No entanto, é inegável afirmar que os músicos que têm graduação nessa área acabam sendo mais valorizados e vistos com outros olhos pelo mercado como um todo. 

Isso porque, pessoas que ingressam na faculdade de música passam uma imagem de que, efetivamente, estão estudando para ser tornarem profissionais altamente qualificados para desenvolver esse tipo de atividade, gerando mais credibilidade na mente das pessoas.

Obviamente, em termos de qualidade musical, existem instrumentistas e cantores que nunca passaram perto de uma faculdade e são verdadeiros autodidatas na prática do seu instrumento ou canto. 

Isso significa que, fazer um curso como esse não garante que você será o melhor instrumentista da sua região, no entanto, passará uma sensação de mais profissionalismo para as pessoas, possibilitando que tenha um diferencial frente a outros profissionais. 

5. Em quais carreiras você pode atuar?

Ao contrário do que muita gente pensa, a música pode proporcionar o segmento de diversas carreiras, principalmente, para aqueles que optam por cursar uma faculdade. Agora, conheceremos um pouco mais sobre cada uma delas. Continue lendo!

Canto

O Canto é uma das possibilidades que a faculdade de música pode proporcionar ao aluno. Por mais que você não saiba cantar, no seu curso você receberá ensinamentos e estratégias para desenvolver sua voz e todas as características necessárias para executar uma canção com perfeição.

Composição e arranjo

Os músicos que concluem a graduação também podem atuar como compositores, criando canções ou, simplesmente, escrevendo arranjos para que outros autores e escritores finalizem as músicas.

Instrumentista

O instrumentista é o profissional que utiliza o seu instrumento em uma banda, orquestra ou em sua carreira solo. Trata-se da área mais comum e mais buscada pela maioria das pessoas que ingressam em uma faculdade de música.

Professor

A atividade de professor, como já mencionamos, se destinada, preferencialmente, para aqueles alunos que ingressaram no curso na modalidade de licenciatura. Afinal, eles receberam todas as instruções necessárias para passar o conhecimento adquirido durante a faculdade aos seus futuros alunos.

6. Quais são as principais instituições no Brasil?

Agora que você já tem uma ideia sobre o ingresso em uma faculdade de música, mostraremos quais são as mais conhecidas e que oferecem os melhores cursos de licenciatura e bacharelado no Brasil:

  • Universidade Federal da Bahia (UFBA), considerada uma das mais conceituadas do país;
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), que tem nota 5 no exame do ENADE — uma prova que avalia a qualidade das faculdades com valores de 1 a 5;
  • Universidade Federal do Paraná (UFPR), também com excelente pontuação no ENADE;
  • Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio);
  • Universidade Federal de Uberlândia (UFU);
  • Universidade Federal do Espírito Santo (UFES).

Todas são muito bem conceituadas e oferecem uma grandiosa estrutura para a formação dos futuros músicos, que executarão sua atividade encantando a população brasileira e, até mesmo, de outros países, mundo afora.

Agora que você já conhece todas as dicas e indicações sobre a faculdade de música e tem desejo de ingressar em uma, não perca mais tempo e busque informações sobre a instituição mais próxima da sua cidade. Inicie seus estudos nessa área tão empolgante que é música.

Gostou do artigo? Quer continuar aprendendo mais sobre o assunto? Então, leia também sobre os elementos fundamentais do estudo da música.

Categories

+ There are no comments

Add yours