Sintetizadores em miniatura

Sintetizadores em miniatura


monotribe_topAlguns sintetizadores se parecem com brinquedos, mas não podemos nos enganar pela aparência: os fabricantes investem em novos projetos seguindo uma tendência de miniaturização dos instrumentos eletrônicos para que sejam cada vez mais portáteis e repletos de funções e possibilidades de síntese

O avanço na miniaturização dos componentes eletrônicos e o ressurgimento dos sintetizadores na modalidade hardware possibilitaram um grande número de opções de equipamentos compactos e baratos. Essa nova onda de sintetizadores em miniatura possibilita ao músico escolher entre várias marcas e modelos de acordo com suas necessidades.

VOLCAKORG
Três modelos de pequenos sintetizadores foram produzidos pela Korg: Volca Beats, Volca Bass e Volca Keys. Algumas características em comum desses instrumentos são a presença de step sequencer similar ao do Korg Electribe, a existência de alto-falantes internos, serem constituídos por circuitos analógicos e poderem ser sincronizados entre eles ou com instrumentos MIDI externos. A Korg também lançou o modelo analógico Monotribe Analogue Ribbon Station Synthesizer, com um único oscilador que possibilita a seleção de três formas de onda e gerador de ruído. O Monotribe possui step sequencer de oito estágios que pode ser expandido até 16. O instrumento também dispõe de uma entrada de áudio para mixar sons externos aos sons do sintetizador.

O Korg Little Bits é um kit para montar um instrumento modular. O equipamento permite conectar diferentes unidades de síntese sonora, como oscilador, filtro e, até mesmo, um sampler, e possibilita a comunicação com outros instrumentos por meio de controle de voltagem, USB e MIDI. Trata-se de um instrumento flexível e didático.

heroROLAND
A Roland lançou o sintetizador miniatura JD-XI e a linha Boutique, com três miniaturas com alto-falantes  embutidos. O JP-08 é uma miniaturização do clássico Jupiter-8, o JU-06 é baseado no Juno-106 e o JX-03 é baseado no JX-3P. O músico pode escolher se deseja usar um controlador MIDI convencional genérico ou o miniteclado Roland K-25m, especialmente projetado para ser encaixado nas miniaturas. Esses sintetizadores possuem sequenciador de 16 estágios e polifonia de quatro vozes.

PatchBlocksPATCHBLOCKS
Um patchblock pode ser entendido como um patch vazio com possibilidade de ser programado via editor, em Mac ou PC. Uma vez que a tarefa é programada no editor, o upload é feito para o Patchblock e este é desconectado do computador. O código escrito pelo usuário define a função que o Patchblock irá realizar e as variações que podem ser feitas com os knobs. A inovação está em permitir uma construção de instrumentos similar aos sistemas Reaktor Patchblocks: editor para Mac ou PC e Max/MSP, só que a nível físico. Esses instrumentos permitem uma programação visual que facilita o desenvolvimento dos aplicativos. Cada unidade pode conter uma unidade de síntese ou um processador,  sem a necessidade de computador para a performance. As unidades podem ser conectadas formando um sistema de síntese modular.

yamaha_reface_cp_dx_yc_csYAMAHA
O Reface YC é uma miniatura de órgão com 128 notas de polifonia, baseado na linha YC da Yamaha e capaz de simular sons de modelos como Vox, Hammond, Farfisa e Ace-Tone. No painel, o equipamento  disponibiliza nove minidrawbars além de outros controles como percussão, vibrato e chorus, distorção, rotary speakere reverb. Já o Reface CP é baseado nos pianos elétricos CP da marca, trazendo também sons de Wurlitzer, Rhodes e Clavinet. O Reface CS é inspirado no sintetizador Yamaha CS80 e disponibiliza cinco osciladores e quatro LFOs, oito notas de polifonia, controles de filtro, envelope e portamento, pitch bend e quatro tipos de efeitos. O Reface DX é inspirado no icônico DX-7, trazendo os sons típicos da síntese FM com oito notas de polifonia.

Variedade
Existem vários outros instrumentos miniatura como o Teenage Engineering’s OP-1, o Arturia Microbrute, o Moog Minitaur, o Waldorf Rocket Synthesizer e o Roland TB-3. As particularidades variam, mas, de modo geral, esses instrumentos continuam sendo atrativos por conta do custo reduzido. Além disso, diferentemente dos teclados musicais tradicionais, ocupam pouco espaço,  são leves e portáteis. Apesar do tamanho, surpreendem pela qualidade dos timbres.

Categories

1 comment

Add yours

+ Leave a Comment